Acontecendo

acontecendo
Criança gosta de Brincar!!!
início

Artigos Pedagógicos

28 de dezembro de 2010
Criança gosta de Brincar!!!

"A maioria dos pais reconhece que brincar é importante para o desenvolvimento infantil, mas essa informação não está bem estruturada na cabeça deles quando elegem suas prioridades para os filhos"; em uma sociedade em que o tempo urge, é comum preencher suas agendas com atividades que os capacitem para o futuro: idioma, informática, bale, judô, natação... E o brincar? Sobrou algum tempo?

Estudar é essencial para qualquer criança, assim como fazer cursos extracurriculares. Isto é inquestionável. Mas os pais precisam buscar o tão necessário equilíbrio. Brincar é fundamental! Não se trata apenas de um momento de lazer. Ao montarem uma casinha, brincarem de boneca, de fazerem comidinhas, de carrinhos ou de reunirem amigos para jogar bola no parque, acredite, as crianças estão vivendo experiências que poderão ajudá-los a ser adultos melhores. Eles estão aprendendo a dividir, a ceder, a viver seu dia-a-dia, experimentando assim o saber da vitória ou da frustração. Descobrem que as pessoas são diferentes e que é importante respeitar as individualidades. Existem pesquisas sobre a importância de uma criança aprender pelas próprias experiências. O brincar ajuda no desenvolvimento emocional saudável.

Esquecer-se do brincar é também esquecer de viver com qualidade de vida, e, ao oferecermos às crianças a possibilidade de brincar, oferecemos muito mais que o ato em si mesmo, visível aos olhos, estendemos uma perspectiva de vida melhor, um desenvolvimento mais natural e eficiente, uma socialização decorrente de tão somente brincar, e ainda mais, a possibilidade de se reconhecer como ser, na terapia constante do expressar e concretizar criativamente os recursos internos de que dispomos.

A pedagoga Nylse Cunha alerta aos pais um erro comum nas brincadeiras com os filhos: o impulso de usá-las como pretexto para ensinar algo. Ao término, a “diversão vira tarefa”. Veja como evitar esta armadilha:

1. Brinquedos Educativos – ou miniaturas são ótimos, mas fuja daqueles que têm a pretensão de acelerar o aprendizado de letras e números. Alfabetizar é para a Escola.

2. Mostre o funcionamento do brinquedo, mas não se incomode se a criança inventar um modo diferente de brincar com ele.

3. É possível interagir na brincadeira sem ferir a autonomia do filho. Se ele aponta um montinho de areia e diz que é um castelo, por exemplo, em vez de construir outro para mostrar como se faz, trace um risco no chão para servir de estrada para os cavaleiros.

Deixe sua criança brincar e brinque com ela!!!!
Será uma alegria para toda família!!!

Sobre o autor

Cláudia Maria de Morais Souza